quarta-feira, 12 de abril de 2017

                                          A MENINA E O MAR          



    Tenho coisas importantes pra falar sobre a tua imagem: - Uma boa, e outra péssima notícia: A ruim primeiro porque um bom veneno se destila a conta gotas !  - Nós, (ambos) no conjunto da obra da nossa geração atlética,  telúrica, colérica e  nativa ..: estamos ficando literalmente... velhos! .
Quem foi bonito pra caralho sabe muito bem o que é acordar um dia e ver que sua vida já teve passado e isso ha meio século! Agora então a boa! Você tem todo o apoio do universo machista que te acolhe e é quem dita as regras. Tem a chave da juventude tatuada nas veias. No olhar de predador e no sorriso de menino que  percebo: - nunca vai te deixar. A menos que você o abandone no meio do oceano. Quanto a mim, a minha criança me testa todos os dias. Mas tenho ainda sonhos, e os vivencio a cores nos meus escritos. Acordo, adormeço e me banho no oceano das letras . Que me proporcionam viagens para além dos mares. Meus escritos  me devolvem sempre e ainda um pouco da menina de pernas longas, cabelos dourados, de corpo firme, tatuado e suado , com cheiro de maresia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário